Tags: Eleições para presidente dos Estados Unidos - Como é que Pode? - Como? Quando? Qual? O quê? Qual? Por quê? Quanto? Onde? Quem? Por quê?

Você está em: Página Inicial » Política » Como são as eleições para presidente dos Estados Unidos



Como são as eleições para presidente dos Estados Unidos?
Mais de 200 milhões de eleitores devem escolher o próximo presidente dos EUA. Saiba como funcionam as eleições para presidente dos Estados Unidos.



O que são as primárias das eleições para presidente dos Estados Unidos?
Alguns partidos realizam uma verdadeira maratona para escolher seu candidato a presidente com os eleitores registrados nos partidos, principalmente os dois maiores, o Partido Republicano e o Partido Democrata. As primárias tradicionalmente começam em janeiro no Estado de Iowa. Depois, seguem outros estados. Também é tradicional a chamada "Super Terça", quando vários estados escolhem no mesmo dia o candidato de seu partido à presidência.

Cada estado norte-americano tem a sua forma de escolher seus representantes, que podem ter votos apenas de filiados aos partidos ou de cidadãos não-filiados. Os partidos também tem os seus superdelegados, dirigentes partidários que votam independentemente dos resultados das primárias na convenção nacional.

O que são as convenções nacionais?
Após as escolhas estaduais acontecem as convenções dos partidos para confirmar seus candidatos a presidente e vice-presidente na eleição nacional. As convenções partidárias são eventos de grande porte que atraem a atenção da mídia. Para um candidato ser escolhido ele precisa ter a maioria dos delegados, e não dos votos válidos. A contagem de delegado varia de estado para estado, podendo ser que o vencedor fique com todos os delegados locais, pelas divisões de condados ou proporcionais. No Partido Democrata é preciso ter pelo menos 2.778 delegados, enquanto no Partido Republicano é preciso ter 1.144 delegados para ser o escolhido do partido nas eleições nacionais.

Quando começa a campanha nacional?
Oficialmente, logo após as convenções, mas durante as primárias os candidatos além de ter de derrotar seus oponentes do mesmo partido aproveitam os debates para mostrar o ponto fraco do candidato ou candidatos dos partidos rivais. São inúmeros candidatos a presidente por partido de médio porte, chamados de terceiros partidos, partidos pequenos e até de candidatos independentes (aqueles que podem concorrer à presidência sem partido), o que não ocorre no Brasil. Mas a disputa se concentra mesmo nos dois candidatos dos grandes partidos, o Democrata e o Republicano.

Como é de fato o dia das eleições para presidente dos Estados Unidos?
Milhões de eleitores americanos vão às urnas no dia da eleição nacional para presidente por livre escolha. A eleição não é obrigatória, mas também não é uma eleição propriamente direta.

A eleição dos Estados Unidos é direta ou indireta para presidente?
Os eleitores estadunidenses (ou norte-americanos) votam na verdade nos delegados do partido que já tem o candidato a presidente. Logo, apesar de ser indireta a eleição dos EUA não deixa de ser a escolha de seu cidadão, já que raramente um delegado não vota de acordo com o voto popular.

Quem são os delegados dos partidos?
Os delegados são membros dos partidos, mas não podem ser senadores e nem representantes da Câmara dos Deputados. Em cada Estado existe uma maneira de escolha e tipo de votação. Note que este é o princípio do país, a autonomia dos estados. Cada estado tem a sua particularidade e suas próprias leis.

É possível ter mais votos populares e perder a eleição dos EUA?
Sim. Já que o número de delegados é proporcional ao estado e, na maioria dos estados, o candidato com mais votos da população elege todos os delegados do estado. É possível que um candidato vença seu oponente por uma margem pequena num estado de grande número de eleitores, mas perca em muitos outros estados menores. Com isto, o outro candidato que tece mais votos populare não consiga os 270 votos no Colégio Eleitoral, que são os 270 delegados estaduais.

Já aconteceu de um candidato ter mais votos populares e perder a eleição dos EUA?
Sim. Esta situação aconteceu quatro vezes: em 1825, 1877, 1889 e 2000, quando o republicano George W. Bush recebeu 50.460.110 de votos e seu adversário, o democrata Al Gore teve 51.003.926 de votos. Entretanto, Bush venceu no total de delegados por 271 a 266.

Existe segundo turno na eleição dos EUA?
Não. O candidato que tiver 270 ou mais delegados no Colégio Eleitoral vence a eleição.

E se nenhum candidato conseguir 270 votos no Colégio Eleitoral?
Neste caso quem decide a escolha do presidente é a Câmara de Representantes.

Quem pode ser presidente dos Estados Unidos?
Qualquer cidadão com 35 anos ou mais, nascido nos EUA e ser residente há pelo menos 14 anos no país pode tomar posse como presidente dos Estados Unidos.

Veja também:
Todos os presidentes dos Estados Unidos

Países da América Latina com os melhores índices de desenvolvimento humano - IDH 2017
Confira no vídeo quais são os países da América Latina com as melhores posições no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) divulgado em 2017.



Aguarde em breve as novidades do site.